Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Pink Ego Box

Pink Ego Box

31
Jan07

Estou feliz!

 Sinto-me como já não me sentia há muito tempo....feliz. 
É horrível quando sentimos que já não há esperança, quando sentimos que o céu está a desabar por cima da nossa cabeça, e que não pudemos fazer nada para mudar isso...  Que chegámos ao final do túnel e que não existe mais nada. Mas há. Há sempre qualquer coisa de bom, que nos faz acordar e querer mudar tudo...Arranjam-se forças onde nem se sabia que existiam. Eu sentia-me assim...perdida...sem rumo. Sem razão para continuar.  Até que olhei para o meu dedo...a minha aliança. A única coisa em que me podia agarrar....
Cada vez que chegava a casa tirava a aliança. Tudo para evitar perguntas inconvenientes dos meus pais e silêncios longos e desconfortáveis da minha parte. Entrava em casa,  tirava-a do dedo e punha-a no bolso.... E não era justo. Não era justo eu ter de esconder o que mais me fazia feliz.... Decidi que não queria mais esconde-la. Que queria usá-la sempre, queria que todas as pessoas a vissem. Quando apareci ao pé da minha mãe com a aliança, estava nervosa.... Reparei no olhar dela sobre a minha mão direita...não disse nada. E até hoje não disse. Foi uma sensação optima...senti-me a pessoa mais corajosa do mundo. Senti-me feliz. Finalmente decidi assumi-la. Assumir o símbolo mais forte do nosso amor. E não me arrependo. Mesmo que um dia ela me pergunte pela aliança que orgulhosamente uso no meu dedo. Fiz a promessa de não a tirar mais. E vou cumpri-la. Porque não quero esconder algo que me deixa tão orgulhosa e feliz. Porque deveria fazê-lo?
 São estas pequenas (grandes) coisas que me fazem ter forças para continuar. Me fazem querer ultrapassar todos os obstáculos que aparecerem.

4 comentários

Comentar post

sobre

foto do autor