Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Pink Ego Box

Pink Ego Box

11
Jun08

Mas será isto normal...?

             

             

 

 Sinceramente sinto-me revoltada.

Passo a explicar:

 

Eu gosto de futebol; muito até. Vibrei com o Euro 2004, via os jogos todos agarrada ao cachecol, pus a bandeira à janela como milhares de portugueses, enfim, vestia autenticamente a "camisola" de Portugal.

 

A verdade é que o Euro realizou-se no nosso país então, e sentíamos aquela vontade de apoiar incondicionalmente a selecção portuguesa e de sermos bons anfitriões para todas as pessoas que nos visitavam de tantos outros países para viver aquela "febre futebolística". Mas no fim de toda esta euforia estava a factura para pagar;

 

Os estádios que se construiram de propósito, os milhões que se gastaram para pôr uma "máscara" no país para dizer:

"Hey! Nós somos bons, temos estádios e infra-estruturas todas xptos e tal" e no fim o contribuinte é que se enterrou todo. A crise estava aí.

 

Depois do Euro ´04 nunca mais vi Portugal da mesma forma.

Naquela altura todo um país se juntou para viver futebol como nunca antes visto, era um país de irmãos, um país(aparentemente) feliz.

Mas...e depois....?

 

Quatro anos volvidos e chega o Euro 2008.

Não se passa em Portugal, tudo bem, não há certamente a euforia de ´04, mas há euforia não obstante.

 

E eu pergunto: Isto é normal...? Portugal está a afundar-se, os combustiveis faltam em todos os postos,  algumas  pessoas começam a preocupar-se em como tirarão os "pópós" da garagem, amaldiçoam o governo (que elegeram) por não prestar e não nos tirar da crise, mas só se preocupam com isso até à hota do jogo de Portugal.

 

A partir dessa hora gritam por Portugal, pelos jogadores, beijam a camisola, as quinas e o vizinho do lado, pulam de bandeira às costas e até (leiam bem) tiram o carro da garagem sim, aquele cujo combustível tanto preocupa para dar umas voltinhas pelo bairro (e quem sabe ir até ao Marquês) de bandeira em punho gritando e sorrindo, orgulhosos deste país que-desculpem a expressão-está na merda.

Nessa altura não há crise que incomode, não há mau governo, os combustíveis jorram do chão e não há problema nenhum.

Esta é a ilusão de quem só se importa com a crise quando a selecção não está a jogar.

 

Neste momento não tenho orgulho deste país.

Se fosse noutra altura estaria também feliz por portugal estar a vencer o jogo, estaria a festejar, mas agora importante mesmo é saber se daqui a uns dias vou poder ir de transportes públicos para o meu emprego, se vai continuar a haver bens de primeira e segunda necessidade nas prateleiras do supermercado e afins, e não se a selecção marca golos ou não.

Desculpem o desabafo, mas estava a precisar.

 

 

5 comentários

Comentar post

sobre

foto do autor