Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Pink Ego Box

Pink Ego Box

01
Jun15

podia ser pior...

 

 

 

...É incrível como 2 horas sem internet em casa te faz avaliar o quanto dela estás dependente.

-queria ir ao Instagram;

-queria ir ao Facebook;

-queria ir à página da Nos para reportar a situação de falta de internet;

-queria ir pesquisar uma receita da qual já não me lembrava;

-lembrei-me que queria instalar o Skype;

-e queria actualizar o meu blog e cuscar os das outras pessoas.

 

No final fui pintar.

Pois.

 

(Isto diz-me que tenho demasiados "afazeres" online.... ou faço muita procrastinação. lol)

 

 

29
Mai15

random things #34

 

 

 

 

 

...não gosto de estar parada enquanto escovo os dentes.

Gosto de me passear pelo corredor da casa, de mão no bolso enquanto o faço.

Porque não?

 

Mas há quem ache piada a este facto.

 

É só isto.

 

lol

 

 

 

19
Mai15

isto passou-me agora pela cabeça #8

 

 

....desde quando ter cortinados nas janelas deixou de ser um must have? Ou melhor, os cortinados deixaram de se usar..? É que se é o caso, não recebi o memo.

 Desde há um tempo eu e a namorada começámos a reparar que cada vez mais janelas não tinham cortinados nas janelas, deixando ver tudo para dentro de casas alheias, qual big brother. 

 Moradias e apartamentos á beira de estrada, ou em zonas de passagem, leia-se. Não, não andámos a bisbilhotar atrás de arbustos para chegar a esta conclusão, bastou-nos passar em ruas e estradas que habitualmente passamos para começarmos a achar estranho... Somos duas pessoas que prezam a privacidade e passar por janelas e vermos pessoas a cozinhar em boxers ou na marmelada no sofá da sala anda a deixar-nos pontos de interrogação... O que se passa? As pessoas deixaram de acreditar em cortinas...?

É que eu não gosto de me expôr à vizinhança e tenho medo de snipers psicopatas e mirones, portanto....queria saber. Sou só eu..? lol

 

 

 

 

 

 

04
Mar15

too damn fast.

 

 

 

Se há coisa que me deixa frustrada são as variações bruscas de temperatura.

Quer dizer, num dia estão 11ºC e de repente estão 22ºC... Calma, planeta! Dá-nos umas semanas de tempo mais ou menos ameno para nos habituarmos. Não entres já a matar, Ok?...Deixa-me justificar o monte de roupa de meia estação que tenho encafuada no roupeiro e gavetas e que nunca tenho oportunidade de usar...

 

 

 

 

 

17
Nov14

life isn't always rainbows and cupcakes

Há familias complicadas.

Não que sejam problemáticas, mas a diferença entre as pessoas, de personalidade, de modo de estar, de falar, torna o convívio difícil de gerir...e digerir. Com a minha é assim. Não me identifico com ninguém da minha família, o que me traz algum sofrimento, umas noites mal dormidas e vontade de fugir para longe. É de se notar que eles não são terríveis e sei que me amam, mas (e há sempre um mas) são tão diferentes que não consigo compreender algumas coisas nem participar na vida familiar sem pensar constantemente que não me integro minimamente.

Claro que ter um irmão que não perde uma oportunidade para mostrar o quão bem se dá com os pais e que aproveita todas as oportunidades para demonstrar isso mesmo é borderline cruel e frustrante. Sendo ele o único que sabe da minha posição (no armário), é triste que não tenha nenhuma cumplicidade ou proximidade com esta pessoa... Claro que aqui entra o carácter muito duvidoso da pessoa em questão, de esquemas montados para me desviar do seu caminho, de muitas inseguranças e fraca auto-estima, de querer ser o centro das atenções, o centro da vida familiar...não ajuda.

(Isto muito resumidamente, até porque poderia escrever um livro acerca deste tópico...)

Torna-se difícil para mim conversar, passar momentos agradaveis com estas pessoas que me são próximas, quando há mentiras e meias verdades do que se passa entre relações... Os meus pais são pessoas que querem sempre que esteja tudo bem, o que por vezes os leva a fingir que está... Escusado será dizer que eu não sou nada assim e é aqui que começa um dos conflitos; Sou de querer falar nas coisas, de pôr em pratos limpos, de não deixar passar mal-entendidos e esclarecer tudo.. Acabo por ser catalogada de "arrogante", "ovelha negra" and so on...

Estou cansada. De me preocupar, de querer ocupar um lugar que sinto não me pertencer, de querer estar "bem" dentro de um nucleo que deveria ser o meu. Já não faz sentido tanto querer e tanto esperar. E sou boa o suficiente sozinha e (já) não preciso que me validem.

 

(desabafos)

 

28
Set14

coisas parvas e tal

 

 

 ...aquelas modas de lançar desafios aos amigos dos Facebook, estão a ver?

Agora é a vez de colocar uma (ou mais) fotos da nossa pessoa quando era criança, sob a pena de que se não o fizer pagará um jantar à pessoa que lança o desafio. O meu dilema: NÂO me lancem esse desafio pf, porque as minhas fotos de criança são um terror e não vou pagar jantares a ninguém, seus colas. LOL O que querem é gozar com tótós alheios, falta de dentes frontais a.k.a. cancelas assustadoras, e roupinhas frou-frou dos anos '80/90.

Amiguinhos, I love U guys, mas nada feito. LOL

 

Não, não e não.

 

 

 

 *Edit*

Pois....parece que vou ter de engolir as minhas palavras. LOL

sobre

foto do autor