Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Pink Ego Box

Pink Ego Box

30
Out20

after all this time (...) #3

Foram semanas, meses de dúvidas. De angústias. De crises de choro seguidas de certezas absolutas minadas de réstias de incertezas que (eu) transformava em verdades.

Os "nós" que sentia na garganta aliviaram durante algum tempo. Tempo suficiente para acreditar que o caminho por mim traçado era o meu caminho. Que estava certa.

Cada passo que dava era arrancado a ferros, e continuava a dizer a mim mesma que estava onde queria e devia estar.

Olhava para trás e sustinha a respiração. Parecia tudo tão surreal. Como tinha chegado ali?

(...)

Por fim, fechei a porta... 

Parecia um alivio, no entanto não o sentia assim.

Sentia-me egoísta. Má. Vazia. Dividida.

Podemos nós definirmo-nos apenas por um acto? Porque a partir dali só me consiguia definir por aquela pessoa. A pessoa que deixou tudo para trás. A que magoou. A que errou.

É engraçado como um único acto nos pode marcar para todo o sempre, mudar completamente a nossa essência. Como se fosse uma implosão do nosso ser...sem possibilidade de voltar atrás.

E é.

 

(...)

 

 

 

 

 

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.